sábado, 31 de março de 2012

Semana Santa


Com o Domingo de Ramos se inicia mais uma Semana Santa e o curioso é que ela começa exatamente no dia 01 de Abril (DIA DA MENTIRA)...Mas é verdade sim.... Jesus nos convida mais uma vez à reflexão sobre a nossa vida ao rememorizarmos tudo aquilo que Ele passou à partir do momento que adentrou em Jerusalém...Nesta Semana temos várias passagens lindíssimas e ao mesmo tempo muito tristes sobre esse episódio da Vida de Jesus Cristo..como o Lava-Pés...Sua Paixão e Morte...mas o mais importante de tudo isso é que ao final desta mesma semana ele Ressuscita ...

Que esta Semana Santa seja de muita reflexão pra todos nós e que ao final dela também ressuscitemos para uma vida melhor...Professor Augustão!

Hoje na História, data em que os militares planejaram o golpe de 64

1854: Forçado pela armada dos Estados Unidos da América do Norte, o Japão se abre para o Ocidente.

1870: Fundada a Sociedade Emancipadora(dos escravos) Campista, no Rio de Janeiro.

1964: O GOLPE MILITAR no Brasil. O general Mourão Filho lança tropas de Minas Gerais para o Rio de Janeiro. 
O Departamento de Estado dos Estados Unidos da América do Norte aciona a operação Brother Sam: Navios e aviões militares com 110 toneladas de armas para derrubar o presidente João Goulart(Jango).
O fator surpresa dificulta a resistência.

1975: No aniversário do golpe militar do Brasil, o ditador Ernesto Geisel, pela primeira vez faz comentário sobre a guerrilha do Araguaia, no Estado do Pará.

1980: Protesto de 6 mil sojicultores do Rio Grande do Sul derruba imposto de exportação.

1983: O sindicalista Jair Menegueli, dos metalúrgicos do município de São Bernardo, é indiciado na LSN - Lei de Segurança Nacional, por chamar o presidente João Batista Figueredo de "canalha".

1990: A inflação alcança seu pico histórico: 84% no mês(invicto) e 4.854% em 12 meses(superado em junho de 1994).

1998: Greve nacional dos professores das universidades federais. Forte adesão, apoio da opinião pública e desgaste de FHC(presidente Fernando Henrique Cardoso).
Vitória parcial após 41 dias

terça-feira, 27 de março de 2012

DIA DO CIRCO-27 DE MARÇO: CONHEÇA UM POUCO!

Comemora-se o Dia do Circo em 27 de março, numa homenagem ao palhaço brasileiro Piolin, que nasceu nessa data, no ano de 1897, na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo.
Considerado por todos que o assistiram como um grande palhaço, se destacava pela enorme criatividade cômica e pela habilidade como ginasta e equilibrista. Seus contemporâneos diziam que ele era o pai de todos os que, de cara pintada e colarinho alto, sabiam fazer o povo rir.

COMO SURGIU O CIRCO

É praticamente impossível determinar uma data específica de quando ou como as práticas circenses começaram. Mas pode-se apostar que elas se iniciaram na China, onde foram encontradas pinturas de 5 000 anos, com figuras de acrobatas, contorcionistas e equilibristas. Esses movimentos faziam parte dos exercícios de treinamento dos guerreiros e, aos poucos, a esses movimentos foram acrescentadas a graça e a harmonia.
Conta-se ainda que no ano 108 a.C aconteceu uma enorme celebração para dar as boas-vindas a estrangeiros recém-chegados em terras chinesas. Na festa, houve demonstrações geniais de acrobacias. A partir de então, o imperador ordenou que sempre se realizassem eventos dessa ordem. Uma vez ao ano, pelo menos.
Também no Egito, há registros de pinturas de malabaristas. Na Índia, o contorcionismo e o salto são parte integrante dos espetáculos sagrados. Na Grécia, a contorção era uma modalidade olímpica, enquanto os sátiros já faziam o povo rir, numa espécie de precursão aos palhaços.

NO PALCO DA HISTÓRIA

Por volta do ano 70 a.C, surgiu o Circo Máximo de Roma, que um incêndio destruiu totalmente, causando grande comoção. Tempos depois, no ano 40 a.C, construíram no mesmo lugar o Coliseu, com capacidade para 87 mil pessoas. No local, havia apresentações de engolidores de fogo, gladiadores e espécies exóticas de animais.
Com a perseguição aos seguidores de Cristo, entre os anos 54 e 68 d.C, esses lugares passaram a ser usados para demonstrações de força: os cristãos eram lançados aos leões, para serem devorados diante do público.
Os artistas procuraram, então, as praças, feiras ou entradas de igrejas para apresentarem às pessoas seus malabarismos e mágicas.
Ainda na Europa do século XVIII, grupos de saltimbancos se exibiam na França, Espanha, Inglaterra, mostrando suas habilidades em simulações de combates e na equitação.

O CIRCO MODERNO

A estrutura do circo como o conhecemos hoje teve sua origem em Londres, na Inglaterra. Trata-se do Astley's Amphitheatre, inaugurado em 1770, pelo oficial inglês da Cavalaria Britânica, Philip Astley.
O anfiteatro tinha um picadeiro com uma arquibancada próxima e sua atração principal era um espetáculo com cavalos. O oficial percebeu, no entanto, que só aquela atração de cunho militar não segurava o público e passou a incrementá-la com saltimbancos, equilibristas e palhaços.
O palhaço do lugar era um soldado, que entrava montado ao contrário e fazia mil peripécias. O sucesso foi tanto, que adaptaram novas situações.
Era o próprio oficial Astley quem apresentava o show, vindo daí a figura do mestre de cerimônias

QUANDO O CIRCO CHEGOU AO BRASIL

No Brasil, a história do circo está muito ligada à trajetória dos ciganos em nossa terra, uma vez que, na Europa do século dezoito, eles eram perseguidos. Aqui, andando de cidade em cidade e mais à vontade em suas tendas, aproveitavam as festas religiosas para exibirem sua destreza com os cavalos e seu talento ilusionista.
Procuravam adaptar suas apresentações ao gosto do público de cada localidade e o que não agradava era imediatamente tirado do programa.
Mas o circo com suas características itinerantes aparece no Brasil no final do século XIX. Instalando-se nas periferias das cidades, visava às classes populares e tinha no palhaço o seu principal personagem. Do sucesso dessa figura dependia, geralmente, o sucesso do circo.
O palhaço brasileiro, por sua vez, adquiriu características próprias. Ao contrário do europeu, que se comunicava mais pela mímica, o brasileiro era falante, malandro, conquistador e possuía dons musicais: cantava ou tocava instrumentos.

CIRCO CONTEMPORÂNEO

Circo contemporâneo é o que se aprende na escola. Fenômeno conseqüente das mudanças de valores na sociedade e suas novas necessidades. Grande parte dos profissionais do circo mandaram seus filhos para a universidade, fazendo com que as novas gerações da lona trabalhem mais na administração.
Em fins dos anos 70, começam a aparecer as primeiras escolas de circo, no mundo inteiro. Na França, a primeira a surgir foi a Escola Nacional de Circo Annie Fratellini, em 1979, com o apoio do governo francês.
No Canadá, artistas performáticos têm aulas com ginastas e, em 1981, é criada uma escola de circo para atender à necessidade desses novos acrobatas.
Interessante lembrarmos, no entanto, que essa importância que o circo assume no mundo capitalista já era cultivada na ex-URSS, desde a década de 20. Data de 1921 a criação de uma escola de circo na União Soviética, que coloca o circo no patamar de arte, com inovação dos temas e das formas de apresentação.

ESCOLAS E GRUPOS BRASILEIROS

No Brasil, a primeira escola de circo foi criada em São Paulo, em 1977, com o nome de Piolin (que é também o nome de um grande palhaço brasileiro). Funcionava no estádio do Pacaembu.
No Rio de Janeiro, surge em 1982 a Escola Nacional de Circo, abrindo oportunidades para jovens de todas as classes e vindos de diferentes regiões do país. Eles aprendem as novas técnicas circenses e, uma vez formados, montam seus próprios grupos ou vão trabalhar no exterior.
São muitos os grupos espalhados pelo Brasil afora. Citamos a Intrépida Trupe, os Acrobáticos Fratelli e a Nau de Ícaros.

NOSSOS PALHAÇOS

Carequinha, "o palhaço mais conhecido do Brasil" - ele mesmo se intitula assim - diz que os melhores palhaços que ele conheceu na vida foram Piolin, Arrelia e Chicarrão. Essa notoriedade de George Savalla Gomes, seu verdadeiro nome, se deve muito à TV. Comandou programas de televisão, gravou vários discos, e soube tirar dessa mídia o melhor proveito. A TV, para ele, não acabou nem vai acabar nunca com o circo. Segundo Carequinha, o circo é imortal.
"Sou contra circo que tem animais. Não gosto. O circo comum, sem animais, agrada muito mais."
Carequinha
Denominado o "Rei dos Palhaços", o senhor Abelardo Pinto morreu em 1973 e era conhecido no meio circense e no Brasil como o palhaço Piolin (era magro feito um barbante e daí a origem do apelido). Como Carequinha, Piolin trabalhou em circo desde sempre. Admirado pela intelectualidade brasileira, participou ativamente de vários movimentos artísticos, entre eles, a Semana de Arte Moderna de 1922.
"O circo não tem futuro, mas nós, ligados a ele, temos que batalhar para essa instituição não perecer"
Frase dita por Piolin, pouco antes de morrer
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas

sexta-feira, 23 de março de 2012

23 de Março na História


1879: Conferência abolicionista do intelectual mestiço Vicente de Souza, no Rio de Janeiro.

1929: Greve de 72 dias dos gráficos de São Paulo, contra o trabalho infantil. A polícia paulista fecha o sindicato.

1945: Ato público no Rio de Janeiro em homenagem aos pracinhas da F.E.B. - Força Expedicionária Brasileira.

1946: Pedida no Tribunal Superior Eleitoral - T.S.E. a cassação do Partido Comunista do Brasil(PC do B), acusado de "organização a serviço de Moscou".

1979: Intervenção, por dois meses, nos sindicatos dos metalúrgicos do ABC, do Estado de São Paulo. Mas, a greve continua.

1994: Trabalhadores do Rio Grande do Sul, São Paulo e Salvador aderem à greve convocada pelas centrais sindicais CUT e CGT, em protesto contra o Plano Real.

segunda-feira, 19 de março de 2012

domingo, 18 de março de 2012

Prefeitura de Belém terá de indenizar 37 mil funcionários.


A Prefeitura Municipal de Belém foi condenada pela juíza Ana Patrícia Nunes Alves, da 1° Vara de Fazenda da capital a pagar um valor milionário de R$ 904.921.581,43, aos servidores municipais. Através da decisão da Justiça, mais de 37 mil servidores podem ser beneficiados, incluindo os ativos, inativos e pensionistas.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores de Belém (Sisbel), Emílio Conceição, o valor é decorrente de dívidas trabalhistas que se acumulam desde 1992, na administração do prefeito Augusto Rezende. Segundo o sindicalista, na época, o Sisbel entrou com uma ação judicial contra a prefeitura, em decorrência das perdas salariais de todos os servidores do município de Belém.

O presidente do Sisbel disse que depois de muita luta, o Sindicato conseguiu garantir no Tribunal de Justiça do Estado, uma ação, aprovando a reposição das perdas salariais no percentual de 20% a incidir com incorporação salarial a partir de 1992 nos vencimentos e proventos dos servidores.

Na administração de Edmilson Rodrigues, o município entrou com uma ação recorrendo o valor da dívida, alegando que os cálculos referentes às perdas salariais estariam incorretos. Segundo o sindicalista, o pedido da prefeitura foi negado e a justiça deu prosseguimento ao processo.

Em setembro do ano passado, após ser transitada em julgada, a sentença foi dada favorável aos servidores e a juíza Ana Alves, acatou o pedido de execução dos servidores. O sindicalista informou que a prefeitura deve ser citada ainda hoje.

O advogado do sindicato, Jader Dias, explicou que a prefeitura, representada por Duciomar Costa, terá 30 dias para recorrer da decisão e apresentar novos cálculos referentes às perdas, mas, será obrigada a fazer a incorporação do percentual nos vencimentos dos funcionários. 

quinta-feira, 15 de março de 2012

15 DE MARÇO: DIA MUNDIAL DE DEFESA DO CONSUMIDOREm 15 de março de 1962 o presidente dos Estados Unidos da América, John Fritzgerald Kennedy, instituiu o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, através de mensagem especial enviada ao Congresso Americano sobre proteção aos interesses dos consumidores, inaugurando a conceituação dos direitos do consumidor. Essa idéia causou grande impacto, não-somente naquele país, mas em todo o mundo. São quatro os direitos fundamentais do consumidor. O Direito à Segurança ou proteção contra a comercialização dos produtos perigosos à saúde e à vida. Foram criadas leis de proteção ao consumidor com a inclusão de produtos corrosivos, inflamáveis, radioativos. O Direito à Informação, em que os aspectos gerais da propaganda e a necessidade das informações sobre o próprio produto e sua melhor utilização passaram a ser considerados. O Direito à Opção, dando combate aos monopólios e às leis antitrustes e considerando a concorrência e a competitividade como fatores favoráveis ao consumidor. O Direito a ser Ouvido, que passou a considrar os interesses dos consumidores na hora de elaborar políticas governamentais e de procedimentos de regulamentação. O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor foi inicialmente comemorado em 15 de março de 983. Em 1985 a Assembléia Geral das Nações Unidas (ONU) adotou os Direitos do Consumidor assim enunciados como Diretrizes das Nações Unidas conferindo-lhes legitimidade e reconhecimento internacional. (Professor AUGUSTÃO)

quarta-feira, 14 de março de 2012

Mantega dá um passeio na oposição

Em audiência de quatro horas na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado, o ministro da fazenda Guido Mantega deu um passeio na oposição. Não fugiu das perguntas e respondeu de forma detalhada e convincente.
O líder tucano Álvaro Dias (PSDB/PR) e o bufão Mário Couto (PSDB/PA), tendo Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) como coadjuvante, bem que tentaram seguir a pauta do PIG (Partido da Imprensa Golpista) de derrubar ministros, buscando constranger Mantega com denúncias na Casa da Moeda. O ministro foi firme ao dizer:
"Não houve nenhuma denúncia formal, denúncia concreta que não fosse investigada pelo Ministério da Fazenda. Desafio alguém a me mostrar uma denúncia formal que não foi investigada".
Sobre o noticiário que superestima disputas no Banco do Brasil e Previ, o ministro calou a oposição, ao lembrar que foi-se o tempo em que o Banco dava prejuízos bilionários cobertos pelo governo (em alusão ao governo FHC):
""Vejo uma tempestade em copo d'água. Temos duas instituições sólidas, a equipe que esta lá é considerada muito eficiente...
... Apareceram fofocas, parecia que tinha disputa de cargos e chamei todo mundo (para conversar). Isso causou uma certa perturbação e decidi enquadrá-los todos...
... Não vamos esquecer que no passado (o BB) deu prejuízos bilionários que o governo teve de cobrir, hoje é diferente. Isso mudou..." - afirmou o ministro, após citar como a boa performance do BB, com o lucro do BB de 12,1 bilhões de reais no ano passado e o fato de a Previ não cobrar contribuição de seus associados.
O resto da sessão foi uma aula de economia que tranquiliza a nação sobre os bons rumos da economia brasileira, apesar das intempéries internacionais que quebrava o Brasil na era demotucana.