quarta-feira, 24 de março de 2010

Ana Júlia convoca segunda conferência de economia solidária no Pará.

A governadora Ana Júlia Carepa assinou decreto convocando a II Conferência Estadual de Economia Solidária, entre 28 e 30 de abril de 2010. O direito às formas de organização econômica baseadas no trabalho associado, na propriedade coletiva, na cooperação e na autogestão é o tema do encontro. A ação reafirma a economia solidária como estratégia e política de desenvolvimento no Estado do Pará. Durante o encontro, os trabalhos seguirão o lema "Pelo direito de produzir e viver de forma coletiva e sustentável no Pará e na Amazônia". O evento segue as diretrizes do governo, ao reforçar a economia popular no Estado.
A economia solidária, cuja lei foi sancionada pela governadora Ana Júlia, é outra atitude firme do Governo Popular para incentivar cooperativas e associações, cujo papel é decisivo para manter a vitalidade da economia paraense, garantindo trabalho, renda e desenvolvimento social.
Através da Lei nº 7.309, de outubro de 2009, a Política Estadual de Fomento à Economia Popular e Solidária no Pará instituiu o Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária (CEEPS) e autorizou o Executivo a criar o Fundo Estadual de Fomento ao Desenvolvimento da Economia Popular Solidária.
CredPará - Autogestão, divisão igualitária do lucro e participação democrática, princípios da economia solidária, se institucionalizam como políticas públicas no Pará. O CredPara é o instrumento que já incentiva empreendimentos organizados pelos que estão excluídos do crédito bancário.
O microcrédito solidário do Banco do Estado do Pará (Banpará) integra a política de desenvolvimento social que estimula empreendedores populares e os qualifica para dominar as ferramentas do mercado, do marketing e do desenvolvimento econômico. O CredPará tem sido a porta de entrada ao mercado de trabalho para o cidadão que vive na pobreza.

Nenhum comentário: